O livro das Perguntas / de Gregory Stock

   
São perguntas demasiado ARROJADAS, demasiado EMBARAÇOSAS, ou apenas demasiado DIFÍCEIS…
…sobre integridade, sobre o que faria por dinheiro, e até perguntas demasiado pessoais para fazer em voz alta.
É um desafio a atitudes, moralidades e crenças.
Estas perguntas podem ser um caminho para o crescimento individual, uma ferramenta para aprofundar relações, uma maneira rápida de conhecer um desconhecido, ou apenas um passatempo muito divertido.
De vez em quando,vou aqui deixando algumas…
 
 
1ª PERGUNTA
 
     Um grande amigo seu pede-lhe – e realmente quer – a sua opinião sobre uma coisa, mas a sua opinião vai ser muito dolorosa para ele. Por exemplo, o seu amigo é artista e pergunta-lhe se pensa honestamente que ele poderá vir a ter sucesso. Para si, ele é um péssimo artista que não tem a mínima hipótese de vingar. O QUE FARIA?

5 thoughts on “O livro das Perguntas / de Gregory Stock

  1. ainda sou do tempo, em que a verdade, era revolucionária, o que equivale a dizer, que as verdades devem ser ditas, nunca devemos enganar, mas podemos, e se somos amigos, utlizar bem as palavras,para um amigo á sempre uma maneira especial, um abraço, o aconchego,a subtileza,as verdades podem ser ditas, sem ser brutas, o balsamo, deixa de ser erva, quando em contacto, com a ferida,passa a ser parte da cura,nunca devemos enganar nem por uma boa causa,as boas causas sao sempre verdadeiras por hoje é tudo beijo vgil

  2. Bem amiga….
     
    A verdade acima de tudo… pois pior seria ver esse amigo na amargura de não ter tido o sucesso desejado…
    Melhor seria incentivá-lo a melhorar o seu trabalho e estar sempre do seu lado.
    Beijinhos..
    Bom fim de semana
     
    **Anna**

  3. Eu também sou pela verdade.
    Sou muito frontal, mas nem sempre sei escolher as palavras certas!
    A minha maior preocupação estaria aí, na escolha das palavras…
    Dizer a verdade, nestes casos, sem ferir…é complicado!

  4. Uma das desvantagens de ter uma amizade verdadeira, é esta mesmo, o de dizer mesmo aquilo que à partida sabemos não agrada muito ouvir. Mas os verdadeiros amigos, são assim mesmo, e ambas as partes devem estar cientes disto.
    Um verdadeiro amigo, não deve ser aquele que diz o que o outro gosta de ouvir. (e deve esperar o mesmo tratamento)

  5. digo o que sinto amigo , no entanto, avaliar arte requer sabedoria além da tal coragem pela verdadade de cada um, isto é o que para mim é pouco artistico pode ser para si mt arte
     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s