O Livro das Perguntas / Gregory Stock

 
São perguntas demasiado ARROJADAS, demasiado EMBARAÇOSAS, ou apenas demasiado DIFÍCEIS…
…sobre integridade, sobre o que faria por dinheiro, e até perguntas demasiado pessoais para fazer em voz alta.
É um desafio a atitudes, moralidades e crenças.
Estas perguntas podem ser um caminho para o crescimento individual, uma ferramenta para aprofundar relações, uma maneira rápida de conhecer um desconhecido, ou apenas um passatempo muito divertido.
De vez em quando,vou aqui deixando algumas…
 
 
4ª PERGUNTA 
 
    Oferecem-lhe 1.000.000 euros para fazer o seguinte: Tem diante de si dez pistolas e apenas uma delas está carregada. Deverá escolher uma, apontá-la à sua testa e puxar o gatilho. Se sair ileso, ficará milionário.
   Aceitaria o risco?

8 thoughts on “O Livro das Perguntas / Gregory Stock

  1.   Aceitar o risco dependeria, para mim, do estado de alma do momento.
    Neste preciso momento, aceitava o risco…
    …há alturas em que pouco valorizamos a vida!
      Outros momentos há em que, por nada deste mundo, poria a minha vida em risco….
      Estar no fundo do aquário ou em cima, faz a diferença!!! 

  2.  Não aceitaria o desafio pois:
    – embora a vida possa parecer um jogo, com a vida não se joga. Nas minhas convicções moral/religiosas o suicídio não me é permitido e esse jogo assemelha-se a uma simulação de suicídio.
    – por outro lado não tenho tido muita sorte ao jogo. hehehe

  3. Nunca aceitaria  o risco em hipotese alguma. se precisasse de dinheiro essa na certa não seria uma boa opção. se fosse o caso de querer matar-me, encontramo-nos no mesmo campo das hipoteses, nas duas circunstãncias .
    na eventualidade de ser louca e não dar valor nenhum à vida, então neste caso seria bom sentir a adrenalina e deixar correr.
    Mas como adoro a vida mesmo com as partidas que ela nos prega, não arriscaria.
    BOm fim de semana
    Nana
     

  4. Nunca na vida, quero lá saber de dinheiro, logo que tenha saúde para gozar a nossa curta estadia por cá, ia lá cometer um disparate desses.
    Vida é um bem super precioso, e tem um valor muito acima do proposto, não tem preço.
     Agora fiquei preocupado contigo, nunca te esqueças disto: nos açores, onde vivo, por vezes no mesmo dia faz as quatro estações, chove, faz frio, mas sabemos que depois vem o Sol, a nossa vida tem altos e baixos, dias chuvosos e dias de Sol, no entanto apesar de te conhecer relativamente mal, sou capaz de apostar que os dias de Sol triunfaram na tua vida, e mais virão com certeza. O Sol virá novamente e aí vais corrigir o teu comentário……..lol

  5.   Bom…és um amigão!!!…vou já corrigir o meu comentário…
    Tens razão, os dias de Sol predominam na minha vida, mas basta um dia de céu nublado para me pôr o ânimo p\’ra baixo…é que isto de viver no Algarve, onde o Sol brilha 360 dias…tem destas coisas!!! 
      

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s