IRENA SENDLER

 
 
A ‘mãe dos meninos do Holocausto’ morre aos 98 anos

Uma das grandes heroínas polacas da Segunda Guerra Mundial , Irena Sendler, que salvou a vida a 2.500 crianças judias do gueto de Varsóvia, morreu esta segunda-feira aos 98 anos. 

«Educaram-me sob o princípio de que se deve salvar as pessoas independentemente da sua religião ou nacionalidade», afirmou Irena Sendler que salvou mais de 2500 crianças.«Morreu hoje», afirmou a sua filha, Janina Zgrzembska, sem dar mais detalhes sobre o falecimento da mulher católica que gostava de recordar que a «educaram sob o princípio de que se deve salvar as pessoas independentemente da sua religião ou nacionalidade».

Nascida em 1910, Irena Sendler foi uma desconhecida durante muitos anos, mesmo entre os polacos.

Assistente social, Irena Sendler trabalhava antes da guerra com famílias judias pobres de Varsóvia, a primeira metrópole judia da Europa, onde viviam 400 mil dos 3,5 milhões de judeus de toda a Polónia.

A partir do Outono de 1940, passou a correr muitos riscos ao fornecer alimentos, roupas e medicamentos aos moradores do gueto instalado pelos nazis.

No fim do verão de 1942, Irena Sendler juntou-se ao movimento de resistência Zegota, (Conselho de Ajuda aos Judeus).

A polaca conseguiu retirar de maneira clandestina milhares de crianças do gueto, entregando-as a famílias famílias católicas e conventos.

As crianças eram escondidas em malas ou em camiões de lixo. Em alguns casos chegavam a ser escondidas dentro dos agasalhos das pessoas que tinham autorização para entrar no gueto.

Sendler foi presa em sua casa em 20 de Outubro de 1943.

Durante o período em que ficou detida no quartel-general de Gestapo, foi torturada pelos nazis que lhe partiram os pés e as pernas. Ainda assim, não disse nada. Logo depois, foi condenada à morte, mas milagrosamente foi salva quando a conduziam à execução por um oficial alemão que a resistência polaca conseguiu corromper.

Sendler continuou a sua luta clandestina sob uma nova identidade até ao final da guerra, trabalhando como supervisora de orfanatos e asilos no seu país.

Nunca se considerou uma heroína… «Continuo com a consciência pesada por ter feito tão pouco», confessou.

Devido ao seu estado de saúde delicado, Irena Sendler não participou da cerimonia em sua homenagem em 2007, mas enviou uma sobrevivente, salva por si num gueto quando bebé em 1942, para ler uma carta em seu nome.

«Convoco todas as pessoas generosas ao amor, à tolerância e à paz, não somente em tempos de guerra, mas também em tempos de paz», escreveu.

 

 

No gheto de Varsóvia

 

 

5 thoughts on “IRENA SENDLER

  1. Gosto de ti escreves sempre textos interessantes!
    Ainda bem que me visitas-te fico contente.
    Espero que estejas bem
    Beijinhos
     
     

    CLICAR AQUI-AMIZADE
     
    *Entre o perfume das palavras
     
    que me acordam todos os dias
     
    deste Meu e Teu Tempo
     
    vou colorindo os meus dias.
     
    Obrigado a todos!
     
     

     
     
     Madalena
     
    (15/05/2008)

  2. É sempre bom enaltecermos a glória dos nossos heróis e heroínas, os que deixaram sua marca e mostraram que o mundo pode ser melhor. Eu vi aqui uma matéria jornalística sobre Irena; para mim ainda uma ilustre desconhecida, mas que agora é motivo da minha inspiração: é claro que só uma contemplação da humanidade não basta; estou aqi também vendo o sofrimento dos chineses vitimados naquele terremoto, sem esquecer dos vitimados pela mordaça e pelos métodos asfixiantes do governo da China quanto aos seus irmãos no Tibet. De qualquer modo, graças à internet e aos noticiarios em tempo real, estamos conhecendo nossa humanidade de modo mais rápido. Obrigado por este conteúdo espetacular!  abraços do teu amigo

  3. Encontro sempre aqui algo para aprender.
    A última frase marca…
    Quero também deixar o desejo de um excelente fim-de-semana.
    Um abraço
     
    António Ferreira

  4. Eu aqui sempre aprendendo um pouco!!!
    Tantos anjos neste mundo que não conheço ainda!!!
    Obrigado pela oportunidade!!!
    Às x penso que vivo no mundo da lua…só de poesias  e sonhos!!!
    Ainda bem que tenho amigas como tu que me trazem p a realidade!!!
    Estava c saudade de ti…pensei ontem em visitar teu blog…mas depois acabei esquecendo!!!
    Mil beijos …bom final de semana!!!! Um beijo é do  nosso cigano… tá???
     
     
     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s