AVALIAÇÃO dos PROFESSORES

 

 

 

Avaliação dos professores


Opinião de uma advogada

 

Já que muitos jornalistas e comentadores defendem e compreendem o modelo proposto para a avaliação dos docentes, estranho que, por analogia, não o apliquem a outras profissões (médicos, enfermeiros, juízes, etc.).
Se é suposto compreenderem o que está em causa e as virtualidades deste modelo, vamos imaginar a sua aplicação a uma outra profissão, os médicos.
A carreira seria dividida em duas:
Médico titular (a que apenas um terço dos profissionais poderia aspirar) e Médico.
A avaliação seria feita pelos pares e pelo director de serviços.
 Assim, o médico titular teria de assistir a três sessões de consultas, por ano, dos seus subordinados, verificar o diagnóstico, tratamento e prescrição de todos os pacientes observados. Avaliaria também um portefólio com o registo de todos os doentes a cargo do médico a avaliar, com todos os planos de acção, tratamentos e respectiva análise relativa aos pacientes.
O médico teria de estabelecer, anualmente os seus objectivos: doentes a tratar, a curar, etc.
 A morte de qualquer paciente, ainda que por razões alheias à acção médica, seria penalizadora para o clínico, bem como todos os casos de insucesso na cura, ainda que grande parte dos doentes sofresse de doença incurável, ou terminal. Seriam avaliados da mesma forma todos os clínicos, quer a sua especialidade fosse oncologia, nefrologia ou cirurgia estética…
Poder-se-ia estabelecer a analogia completa, mas penso que os nossos ‘especialistas’ na área da educação não terão dificuldade em levar o exercício até ao fim.
A questão é saber se consideram aceitável o modelo?
 Caso a resposta seja afirmativa, então porque não aplicar o mesmo, tão virtuoso, a todas as profissões?
Será???!!!
Já agora…
Poderiam começar a ‘experiência’ pela Assembleia da República e pelos (des)governantes

 

Na verdade, não resisti a colocar este texto.

Nunca vi nada tão bem exemplificado…

 

5 thoughts on “AVALIAÇÃO dos PROFESSORES

  1. Muito bem exposta a analogia a outras profissões, demonstrando os erros que este modelo de avaliação encerra, julgo que o modelo em causa, foi desenvolvido numa tese doutoramento no ISCTE(*), e que o próprio autor não concorda com as simplificações na aplicabilidade que foram feitas com a sua tese a uma organização matricial. (*) Sujeito a confirmção de veracidade desta informação.

  2. Olá vim retribuir a visitinha, saiba q fiquei muito feliz!!!!Obrigada pelo krinho.!!……."………..Viva hoje !Arrisque hoje ! Faça hoje !Não se deixe morrer lentamente !NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ"Feliz…Feliz… Arriscar à Fazer, para Viver Feliz !!!!bjinhossss

  3. ★ ★  ★ ★★   ★   ★★ Tem    ★ ★ Um  ★   ★  ★    ★ ★ ★ ★ ★★   ★   ★★ Óptimo  ★ ★     ★   ★  ★    ★ ★ ★  ★ ★★   ★   ★★ Fim de   ★ ★Semana ★   ★  ★    ★ Beijo imenso…Alma

  4. A Princesa:Ai portas do meu silêncio,Ai vidros da minha voz,Ai cristais da minha ausênciada terra dos meus avós.Desataram-se em soluçosos seus cabelos desfeitos…O Rei MouroDizei-me magos, oragos,anões, duendes, profetas,adivinhos e jograis,sagas, videntes,poetas…Como hei-de secar o pranto,daqueles olhos de rio?Como hei-de secar os ais,daquela boca de estio?Como hei-de quebrar o encantoque numa tarde de pedratalhada pela tristezaselou com dados de chumboo sorriso da princesa,que suspira pela neveda ponta do fim do mundo?José Carlos Ary dos Santos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s