Coisas da minha lavra… ERAM OUTROS TEMPOS / Continuação.

 
   Ainda levei 2 ou 3 dias até voltar ao tema… A verdade é que eu também não me sentia muito à vontade para encetar estas conversas. Isto passou-se há 30 anos e eu tinha pouco mais de 20!!!!
Ainda perguntei aos meus botões se falaria "disto tudo" ao pé dos rapazes ou se seria melhor falar só com as raparigas… Podia aproveitar um jogo de futebol no pátio, enfim…Falar  ao pé deles, era um pouco mais complicado. Eles não iriam depois chatear as meninas, gozar com elas, etc ???
 
Bom… Diferenças, sim, diferenças…
 
 Comecei por explicar que a partir dos  10 – 11 anos, mais ou menos, meninos e meninas, começam a enfrentar diversas transformações nos seus corpos,  deixam para tras a infância e entram noutro periodo que é a puberdade. Crescem os seios, acontece a primeira menstruação, nas meninas; o desenvolvimento da musculatura, a mudança de voz, nos meninos; e o aparecimento de pêlos púbicos em ambos.

Queria que entendessem que a menstruação, é algo maravilhoso  que transforma uma menina numa mulher e que possibilita à mulher engravidar e ser mãe…queria que interiorizassem que a menstruação faz parte da vida da mulher.

Assim fui explicando o melhor que fui capaz e o resultado foi positivo.
Os rapazes aceitaram a explicação muito naturalmente e as raparigas tambem. Uns e outros levaram o assunto para casa, nesse dia e, no dia seguinte muitas mães me falaram do alivio que sentiam… por ja "não terem" que explicar nada!!!
Disse-lhes que agora não podiam deixar de falar com elas, eu tinha falado sim numa primeira abordagem, mas o assunto não podia morrer ali. Agora não havia razão para " não estarem à vontade" porque o primeiro passo estava dado.
 
Uma das meninas desta turma, a Fátinha, já tem um filho na Universidade…foi há uma semana que estivemos juntas.
Recordar é viver 2 vezes… e eu adoro recordar!!! 
 
E respondendo ao teu comentário Madalena, na entrada anterior,  de como explicar ao teu filho de 7 anos " como vão os bebés parar à barriga da mãe", digo-te que havia um livro para crianças que muito me ajudou nessas explicações… Passo a publicidade e deixo o nome desse livro: " Como se fazem os bebés?". Tem desenhos muito engraçados e elucidativos. Liamos o livro, faziamos trabalhos de grupo com base nos textos que liamos e assim as conversas íam fluindo…
Nos últimos anos já foi tudo mais fácil…
 
Deixo 2 videos fantásticos:
 
 
 

 

6 thoughts on “Coisas da minha lavra… ERAM OUTROS TEMPOS / Continuação.

  1. Em todo o lado se é professor, amiga! Afinal não te reformaste, não é? Parabéns e obrigado por partilhares a tua experiência. Para quem a exerceu, a atitude pedagógica da intervenção não se perde, ficou a fazer parte de nós.Beijo e bom fim de semanaNau

  2. Olá amigaComo é dificil a gente explicar aos pequenos sobre essas coisas. É preciso saber a hora certa e isso varia um pouco de criança para outra, não é?Quando eu estava a explicar à minha filha mais velha, a mais nova observava muito atenta e no final ela me perguntou: "Ahh então t e meu pai, óooo e fez um sinal engraçado.E depois quis saber de tudo, se só se fazia isso quando queria um bebê….heheheheMuito precoce aquela guriazinha.Um beijo grande=)

  3. Olá minha linda!!Já ha uns tempo que não te vinha visitar—devias por-me de castigo :)Sabes a maneira como lidas-te com este assunto foi boa, o triste é que passados 30 anos ainda há pais e maes que nao conseguem falar destes e outros assuntos com os filhos……fazem de certos assuntos tabus quando deveriam é falar abertamente deles quanto mais não seja para elucidar os filhos….mas enfim…Uma grande beijoca carregatinha de saudades!!

  4. Boa tarde Mari, De facto, acho que: Muitos dos "pergaminhos", Avoengos; Não eram mais do que os Tabus que se erigiam como muralhas, Para preservar e dissimular a ignorância existente nas Temáticas; Relacionadas com o sexo. Era um Psicodrama que, só encontrava Paralelo nas dificuldades da própria sobrevivência. Felicito-te, pela Tua coragem de focar- nesses dias tão Cinzentos – e pôr na ordem Do dia, o tema da "Sexualidade" que, muitas das cabecinhas…Nem Sequer saberiam o que significava. Abraço! Apolinário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s