“A INÚTIL”(professora) escreveu a Miguel Sousa Tavares…..

 

(Vale a pena ler, muito bem respondido.)

 

Sobre os Professores

É do conhecimento público que o senhor Miguel de Sousa Tavares considerou ‘os professores os inúteis mais bem pagos deste país.’ Espantar-me-ia uma afirmação tão generalista e imoral, não conhecesse já outras afirmações que não diferem muito desta, quer na forma, quer na índole. Não lhe parece que há inúteis, que fazem coisas inúteis e escrevem coisas inúteis, que são pagos a peso de ouro? Não lhe parece que deveria ter dirigido as suas aberrações a gente que, neste deprimente país, tem mais do que uma sinecura e assim enche os bolsos? Não será esse o seu caso? O que escreveu é um atentado à cultura portuguesa, à educação e aos seus intervenientes, alunos e professores. Alunos e professores de ontem e de hoje, porque eu já fui aluna, logo de ‘inúteis’, como o senhor também terá sido. Ou pensa hoje de forma diferente para estar de acordo com o sistema?

O senhor tem filhos? – a minha ignorância a este respeito deve-se ao facto de não ser muito dada a ler revistas cor-de-rosa. Se os tem, e se estudam, teve, por acaso, a frontalidade de encarar os seus professores e dizer-lhes que ‘são os inúteis mais bem pagos do país.’? Não me parece… Estudam os seus filhos em escolas públicas ou privadas? É que a coisa muda de figura! Há escolas privadas onde se pagam substancialmente as notas dos alunos, que os professores ‘inúteis’ são obrigados a atribuir. A alarvidade que escreveu, além de ser insultuosa, revela muita ignorância em relação à educação e ao ensino. E, quem é ignorante, não deve julgar sem conhecimento de causa. Sei que é escritor, porém nunca li qualquer livro seu, por isso não emito julgamentos sobre aquilo que desconheço. Entende ou quer que a professora explique de novo?

Sou professora de Português com imenso prazer. Oxalá nunca nenhuma das suas obras venha a integrar os programas da disciplina, pois acredito que nenhum dos ‘inúteis’ a que se referiu a leccionasse com prazer. Com prazer e paixão tenho leccionado, ao longo dos meus vinte e sete anos de serviço, a obra de sua mãe, Sophia de Mello Breyner Andersen, que reverencio. O senhor é a prova inequívoca que nem sempre uma sã e bela árvore dá são e belo fruto. Tenho dificuldade em interiorizar que tenha sido ela quem o ensinou a escrever. A sua ilustre mãe era uma humanista convicta. Que pena não ter interiorizado essa lição! A lição do humanismo que não julga sem provas! Já visitou, por acaso, alguma escola pública? Já se deu ao trabalho de ler, com atenção, o documento sobre a avaliação dos professores? Não, claro que não. É mais cómodo fazer afirmações bombásticas, que agitem, no mau sentido, a opinião pública, para assim se auto-publicitar.

Sei que, num jornal desportivo, escreve, de vez em quando, umas crónicas e que defende muito bem o seu clube. Alguma vez lhe ocorreu, quando o seu clube perde, com clubes da terceira divisão, escrever que ‘os jogadores de futebol são os inúteis mais bem pagos do país.’? Alguma vez lhe ocorreu escrever que há dirigentes desportivos que ‘são os inúteis’ mais protegidos do país? Presumo que não, e não tenho qualquer dúvida de que deve entender mais de futebol do que de Educação. Alguma vez lhe ocorreu escrever que os advogados ‘são os inúteis mais bem pagos do país’? Ou os políticos? Não, acredito que não, embora também não tenha dúvidas de que deve estar mais familiarizado com essas áreas. Não tenho nada contra os jogadores de futebol, nada contra os dirigentes desportivos, nada contra os advogados.
Porque não são eles que me impedem de exercer, com dignidade, a minha profissão. Tenho sim contra os políticos arrogantes, prepotentes, desumanos e inúteis, que querem fazer da educação o caixote do  (falso) sucesso para posterior envio para a Europa e para o mundo. Tenho contra pseudo-jornalistas, como o senhor, que são, juntamente com os políticos, ‘os inúteis mais bem pagos do país’, que se arvoram em salvadores da pátria, quando o que lhes interessa é o seu próprio umbigo.

Assim sendo, Sr. Miguel de Sousa Tavares, informe-se, que a informaçãozinha é bem necessária antes de ‘escrevinhar’ alarvices sobre quem dá a este país, além de grandes lições nas aulas, a alunos que são a razão de ser do professor, lições de democracia ao país. Mas o senhor não entende! Para si, democracia deve ser estar do lado de quem convém.

Por isso, não posso deixar de lhe transmitir uma mensagem com que termina um texto da sua sábia mãe:          
 ‘Perdoai-lhes, Senhor Porque eles sabem o que fazem.’

Ana Maria Gomes
Escola Secundária de Barcelos

  (Recebido por email)

 

13 thoughts on ““A INÚTIL”(professora) escreveu a Miguel Sousa Tavares…..

  1. APLAUSOS, APLAUSOS, APLAUSOS PARA A ANA MARIA! SÓ TENHO PENA QUE ESTA CARTA NÃO SEJA DIVULGADA COMO AS PALAVRAS DO COMENTADOR!Um abraço para ti Princesa e para a Ana Maria que não conheço, mas que já amo.Nau

  2. BRAVO !!! ainda há gente neste País com dignidade, que não cala a revolta contra os "inúteis" que se armam em grandes comentadores ….Obrigado Mári por nos dar a conhecer esta contundente cartaBeijos

  3. Safaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa… Afinal nem tudo está perdido que maravilhaaaa…Ainda bem que a diferença existe e que nem todos são inúteis! Parabéns à Ana Maria Gomes e à princesa que publicou. Beijos

  4. Inútil não, por favor!! Qualidade incomensurável sim. Está aqui sim patente como só escrever livros e comentar não é suficiente para sublimar e fazer crer que somos auto-realizados. Os meus verdadeiros aplausos por o que está proferido. Beijinhos.

  5. ஜॐ♥ஜ______ஜॐ♥ஜ______ஜॐ♥ஜ______ஜॐ♥ஜBOM DIA MINHA QUERIDA PRINCESAVOLTEI…Escrever é para mim um elo entre a alma e o mundo, surgido como que por magia, uma vez que representa com todas as evidências necessárias e possíveis, a expressividade emocional de cada momento, "é a voz silenciosa de meu coração". E PARA TI, O QUE É ESCREVER?Boa semanaBeijinhos da Céuஜॐ♥ஜ______ஜॐ♥ஜ______ஜॐ♥ஜ______ஜॐ♥ஜ

  6. Vinha só retribuir o teu beijo de ontem que deixaste com tanto carinho e cuidadomas não pude deixar de ler a tua entradae sendo assim, deixo o meu beijo na mesmae o meu mais sincero desprezo por este ser medíocre que sempre se serviu do facto de ser fillho de quem épara escrever umas linhasEu ao contrário da Sra Professora ainda tentei ler um dos seus livros, aquele em que foi acusado de plágio, mas não consegui passar da terceira páginaPois ele ainda precisava de umas aulas de Lingua Portuguesa, mas agora calculo que nem pagando, alguém lhe as queira dar.Eu já lhe perdoei. Deus não sei se perdoará!beijocas doces linda!

  7. Ora isso de não estar na tua rede ta muito mal, lool, tu foste das primeiras pessoas da minha….ainda me lembro das nossas primeiras "conversas"…Linda, no post Maria falo de uma Maria, outra grande amiga virtual, mas não a nossa princezinha. Graças a Deus com ela tudo corre bem (de acordo com o último post que li). Esta é outra mas que infelizmente ja sofreu imenso com doenças e cancros…ja merecia ter um pouco de paz e em vez disso está novamente a lutar entre a vida e a morte…Falando de assuntos bem melhores, fico contente por te saber tão atarefada…é bom sinal, aliás nunca te imaginei uma reformada, daquelas que não fazem nada. Tens demasiada vida e amor para dar para ficares parada.Deixo-te uma grande beijoca e o desejo que continues sempre com essa energia

  8. Bom encontrar alguém que reconhece a importância do seu papel na sociedade, pq ao professor, nunca é dado o seu real valor.Na verdade, somos educadores, quando ajudamos a criança, o adolescente na construção do seu conhecimento, para que consigam vencer os obstáculos e torná-los capazes de desenvolver visão crítica e iniciativa.Somos psicólogos quando lhes fornecemos ferramentas para que possam, através do auto conhecimento, entender os conflitos do mundo atual…Somos um pouco mãe, amiga…confidente.Professor é o pilar da sociedade, minha cara!!(é claro que existem os excelentes, os medianos e tb os medíocres…como em todas as áreas do conhecimento, não é?)Bju grande e uma boa quinta.

  9. Olá amiga "P Gilda", um beijo para ti bom fim de semanaCom o carinho que eu tenho por todos os professores e a quem de uma maneira ou outra está ligada ao ensino, deixo "a minha forma de olhar a criança" É divertido olhar uma criança a brincar. As crianças vivem no seu mundinho próprio e vêem-no como algo sério votado de muito sentido. Sorrimos para elas. As crianças conseguem aceitar os nossos sorrisos. Se ombamos delas, porém, elas fogem de nós e não hesitam em se esconder.Como adultos à muito perdemos a chave que abre as portas da beleza desse mundo infântil. Podemos obsevá-lo à distância, sentir alegria e a atmosfera de aventura que flúem tão espontâneamente da imaginação da criança, mas não podemos entrar nesse mundo. Já estivemos nele um dia, mas ao longo do caminho da vida, perdemos a chave para abrir as portas desse mundo.Angelina Alves

  10. Não ouvi o Miguel Sousa Tavares…não comento portanto o que não ouvi, ou vi, tenho em muito boa conta este senhor.Gosto imenso de o ouvir, custa realmente, a acreditar que isto sejaverdade?não sei o que se passou por isso nao faço juizos de valor.Minha querida Mari, isto das listas não entendo, ainda nao vi se estavasna minha lista mas sabes muio bem que gosto muito de ti, tenhouma grande estima por ti, independentemente de pertenceres ou nao á minhalista ou rede.Mas eu mando convite, e olha que és previligiada, não faço isto a ninguemna minha rede só mesmo pessoas que amo.Beijoquinhas para ti e um bom fim de semana.Mada

  11. Faço minhas as palavras dessa brava professora Ana Maria Gomes. As suas sábias colocações e questionamentos são provas irrefutáveis de que tanto em Portugal como no Brasil existem pessoas sérias, compromissadas com a educação das novas gerações. É um desagravo que eu assino em baixo, pois tanto lá como cá, existem pessoas empenhadas em desqualificar os nossos professores. Aqui no Brasil a violência contra os professores parte de alunos e pais de alunos ignatos. Na pátria irmã, parte de intelectualóides. Aqui, agressão física. Ai, agressão verbal. Melhor serviço à sociedade esse senhor Miguel estaria prestando se ao invés de escrever bobagens ficasse de boca fechada.Um forte abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s