Ela tem razão, somos mesmo muito burros…

 

Maitê Proença tem razão: nós portugueses somos mesmo burros.

Além disso somos também ignorantes. Senão vejamos: damos importância a uma senhora que se auto intitula actriz e que continua a querer publicar livros em Portugal, portanto uma pseudo escritora…digo eu. Já tivemos que levar com ela em muitas telenovelas e decerto contribuímos para muito do " filet mignon" que  lhe caíu no prato.  Agora tambem quer ocupar espaço nos escaparates das nossas livrarias…  Deve vir-lhe do tempo em que andou com Miguel Sousa Tavares, a vontade de ser escritora e, do posterior desinteresse dele, a raiva contra nós.

Temos também outro problema: ao que parece Maitê não percebe nada de computadores. Lá no hotel foi tão inteligente que em vez de ir a um vulgo SOS PC ou PC CLINIC, não, chamou o desgraçado do porteiro da noite que por acaso odiava computadores e, por mais que quisesse não a soube ajudar. Passo exactamente pelo mesmo problema quando falo muito depressa para um jovem brasileiro que me atende ali no café da esquina, fica ali séculos a tentar entender uma frase completa. 

Isto para concluir: somos todos burros e ignorantes. Portugueses e Brasileiros( Proenças…). Somos da mesma raça, da mesma espécie, o gene está lá em ambos. Ponto final.

 

8 thoughts on “Ela tem razão, somos mesmo muito burros…

  1. Boa noite Mari, Não sei, em que sintomas a "senhora", se baseia Para arquitectar tal elucubração!?…Contudo, após, Díspares cogitações; cheguei, à conclusão de que: A dita cuja deveria estar – como normalmente fazem Todos os Narcisistas – a contemplar-se e a falar com Com aquele apetrecho que serve para reflectir a imagem!… Em seus devaneios, não realizando que o estafermo reflectido Era: a sua ridícula caricatura; questionou!… E, a resposta não Poderia ter sido diferente. Abraço-te, Amiga! Apolinário

  2. Que coisa lastimável!somos tão próximos em tantas coisas, ao meu ver, muito mais naquilo que nos aproxima;sou do Rio de Janeiro, a cidade mais portuguesa do Brasil, que herdou inclusive um delicado chiado na sua pronúncia carioquês. Estou chocado! envergonhado!

  3. Não tens que ficar envergonhado por algo que não fizeste, meu amigo Carlos. Ela pediu desculpa, mas não convenceu… Foi pior a emenda do que o soneto. O povo português gosta de brincar, sim, e brinca até de si próprio. Mas, neste caso e quando se é bem recebido em algum lugar, devemos honrar esse recepção! E não, "cuspir" no prato em que se come, quanto mais num monumento? Num monumento que é dos mais emblemáticos da nossa Lisboa.. Ela não se deu conta da situação desconfortável em que colocou milhares de Brasileiros, gente boa que trabalha aqui connosco e se está sentindo muito mal. com este acto impensado. Não confundamos brincadeira e humor com falta de respeito. A forma de falar pode não ser a mesma, mas a língua é… ficou bem claro que todos perceberam o seu sarcasmo! Mas Carlos, há sempre uma ovelha negra…tudo bem. Não é isto que molestará a nossa AMIZADE, nem com você nem com todos os amigos que fiz aqui, neste mundo maravilhoso que é a Blogosfera.. Beijos pra ti e Cibele / Mári

  4. Nada convincente.Um vídeo caseiro não se leva para um programa televisivo.e aquela cuspidela na fonte, foi de um mau gosto, e de uma grande ofensaA mim, não me convenceu.Mas sei distinguir o trigo do joioPortanto continuarei a tratar com respeito e carinho os brasileiros que conheçoMas repito, que as desculpas esfarrapadas, não me convenceram.Triste ver aquelas senhoras apresentadores rirem como tontasBeijinhos

  5. Hummmmm…eu como brasileira me sinto envergonhada pelo "papelão" da Maitê …meu Deus!! Vi apenas o video de pedido de desculpas (esfarrapadas, sem dúvidas) mas não vi o que foi motivo da indignação dos meus amigos portugueses…E, pra falar a verdade, nem quero ver, pra não ficar mais envergonhada. Acredito no depoimento dos que viram. Aproveito o espaço pra falar da minha repúdia a todo tipo de preconceito e discriminação. Apesar de ser brasileira com muito orgulho, não posso deixar de reconhecer que a minha gente, faz "brincadeiras" descabidas até mesmo com brasileiros dos outros estados brasileiros, com piadinhas pejorativas super desagradáveis. Portanto, aos irmãos portugueses, deixo aqui pedidos de desculpas verdadeiros , pelo triste episódio. Com certeza, essa atriz, terá para sempre sua figura e nome , manchados pela inconsequência com que tratou aos portugueses. Será o preço a pagar pela leviandade. Um abraço afetuoso a todos!

  6. oi princesa!oras, oq dizer?sou eu baiano e como todo bom baiano sempre achei a Maitê uma muilher maravilhosamente bela.sim, ela é linda, ou como no bom brasileirês,um mulherão, pra ninguem botar defeito….agora, oq falar dela como escritora?!situação dificil…apesar de não ter lido nada dela,Deus me perdoe, mas não consigo imaginar nadade bom…peço perdão por nós brasileiros a todos os irmaosportugueses q me acolheram tão bem nesse Spaces.ela não sabia o q dizia — mesmo sem eu saber direitoo que ela fez — peço perdão.obviamente temos nossas diferenças, mas são as nossas semelhanças, tanto como humanidade, tantocomo irmaos de mesma lingua, q nos une.abraços de Tassio, Fuizz!

  7. Quem, aqui, é que foi burro? _A Maitê Proença, claro…..falhou-lhe a inteligência, sentindo-se engraçadinha e valorizada, mas tudo isso a levou a cair no ridículo…..por isso deixo um pedido de desculpas para o "BURRO"(animal). Caricato não???, mas os animais merecem respeito. Felicidadesss

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s